Google

Queremos.com é a startup brasileira que está entre as finalistas no Tech Crunch Disrupt 2012

em:12 de setembro de 2012

A startup Queremos.com, acelerada pela 21212 Digital Accelerator, está entre as finalistas da maior cometicição de startups do mundo, o Tech Crunch Disrupt 2012, que acontece em São Francisco (California-EUA). Além de estar entre as finalistas, a startups ainda participou do primeiro Demo Day (denominado “Latin America invades Silicon Valley”) realizado no Silicon Valley, pela 21212 e pela argentina NXTP Labs, onde 20 startups tiveram três minutos, cada, para apresentar seus negócios aos grupos americanos de venture capital, investidores anjo e mentores, e, principalmente, ampliar a rede de contatos. As startups que participaram das edições anteriores conseguiram financiamentos que variam de US$ 1 Milhão a US$ 18 Milhões.

Sobre a Queremos.com
A Queremos.com é uma plataforma onde os fãs interessados em ver um determinado show se mobilizam para vê-lo acontecer. Inicialmente o show é custeado por esses fãs, no entento, quando o número minímo de participantes é atingido, o show está confirmado e inicia-se venda dos ingressos. Com as vendas, os fãs que custearam o evento, inicialmente, é ressarcido e o show está garantido.

Sobre a 21212 Digital Accelerator
A 21212 é á única aceleradora de negócios digitais que atua simultaneamente no Brasil e nos Estados Unidos e seleciona, prioritariamente, negócios com grande potencial de crescimento e escalabilidade nacional e internacional. Para tanto, a 21212 oferece aos empreendedores selecionados recursos e experiências exclusivos, sólida exposição ao mercado investidor nacional e internacional e exclusiva mentoria no Brasil e no exterior.

NXTP Labs
Baseada em Buenos Aires, a NXTP Labs é líder na Argentina em aceleração de startups de alto potencial. Mebro da Global Accelerator Network, realiza dois programas de aceleração por ano, apoiando cerca de 15/20 startups por edição. As empresas aceleradas obtém investimento, mentoria, acesso à rede de negócios e a um escritório compartilhado no período de 14 semanas.