Google

Zuggi: buscador para crianças

em:17 de fevereiro de 2011

image

Uma das empresas que me chamaram atenção no Campuseiros Empreendem na Campus Party em Janeiro foi a Zuggi. Apesar de não ter sido finalista, segundo os organizadores do evento, junto com o tuit.in, foram os mais cotados para entrar na final.

O buscador Zuggi tem como objetivo ser um buscador para crianças que estão começando a utilizar a Internet. Porque isso faz sentido ? Crianças que estão começando a usar a Internet é um nicho, o algoritmo do Google é baseado em popularidade, então os melhores resultados estarão ordenado com o que a maioria das pessoas gostam, assim os nichos não possuem um resultado tão bom. Um exemplo que foi dado na apresentação na Campus: se uma criança fizer uma busca por Casa no Google ou tromba do elefante no google images, certamente elas não irão encontrar um conteúdo apropriado.

Para falar melhor do Zuggi o Inovação e Negócios fez algumas perguntas para a equipe do projeto:

Quais são os diferencias do zuggi?

O principal diferencial do zuggi, até agora, é o seu filtro de conteúdo. Nós já conseguimos barrar centenas de textos, vídeos, imagens e sites inapropriados ao público infantil. Bloqueamos, sobretudo, palavras pornográficas, palavrões e expressões com duplo sentido que remetem indiretamente à pornografia. Como a todo o momento surgem novos conteúdos desse tipo na internet, contamos sempre com a colaboração do internauta para denunciá-los no link “reportar sites” presente no planeta laranja da página inicial do buscador.

Outro diferencial é o layout lúdico e personalizado. A criança pode alterar as imagens de fundo e as cores da home deixando do jeito que ela preferir.

O zuggi é, primordialmente, uma ferramenta educativa de procura e obtenção de informações online. Contudo, para criarmos um ambiente completo, totalmente voltado à educação, em que a criança possa percorrer todas as etapas do processo de aprendizagem – busca, organização, produção e socialização do conhecimento –, desenvolvemos o “clube zuggi”. Ele nada mais é do que um local exclusivo para alunos e professores. Ao se cadastrar, cada um deles tem direito a uma página pessoal com seu próprio avatar, uma ferramenta de coleção de sites favoritos e, em breve, um espaço para interação, produção e divulgação de conhecimento apreendido.

Como funciona o processo de escolha dos sites?

Até o momento, nossa equipe de curadoria está fazendo um levantamento de sites, matérias, vídeos e imagens educativas – seguindo as diretrizes sugeridas pelo MEC – para ser disponibilizado como os primeiros resultados de uma eventual busca. Nós primeiro começamos a barrar aquilo que não queremos – como a pornografia, por exemplo – para em breve colocarmos à disposição todo esse conteúdo educativo pré-selecionado.

Qual a faixa etária recomendada para utilizar o zuggi?

De cinco a dez anos.

Vocês poderiam adiantar algo de quais são os planos futuros/funcionalidades que vem por aí?

Num futuro próximo, queremos disponibilizar ao usuário o conteúdo educativo pré-selecionado por nossa equipe de curadoria e melhorarmos cada vez mais nosso filtro de busca com a colaboração do internauta. Queremos que o zuggi seja a ferramenta mais segura e educativa possível.

Para mais informações existe o blog e twitter do Zuggi para acompanhar as novidades que estão sendo lançadas.